top of page

Brasília além da Capital Nacional



Há quem acredita que destruindo prédios e bens materiais de três construções muito simbólicas, importantes e de alto valor cultural como o caso do Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal, situados em Brasília, está destruindo a democracia e quem ocupava o cargo de presidente voltaria.


Ignorando o fato de que a democracia e a resposta das urnas vão muito além do que foi destruído.


Também há pessoas que, ao escutarem falar sobre Brasília não gostariam de conhecer a cidade, dizendo que Brasília é apenas política, mas Brasília vai muito além de política.


No horizonte do Brasil, a criação de Brasília


A primeira capital federal brasileira foi Salvador (1549-1763), posteriormente foi o Rio de Janeiro (1769-1960), e só então mudou para Brasília em 21 de abril de 1960. Curiosamente durante este período, Curitiba foi nomeada capital brasileira por três dias (24 e 27/03) no ano de 1969. Também foi decretado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela LEI Nº 12.286, de 13 de julho de 2010, que a cidade de Olinda (PE) será reconhecida como a capital simbólica do Brasil no dia de 27 de janeiro de cada ano, data que é comemorada a expulsão dos holandeses em 1645.


Mapa do Brasil

Quando a capital era no Rio de Janeiro, em 1789, houve a primeira menção sobre a mudança da capital brasileira durante a Inconfidência Mineira, procurando um lugar do litoral ao interior do país. Em 1627 no livro História do Brasil do autor Frei Franciscano Vicente de Salvador, já apresentava críticas sobre a concentração de população no litoral.


Desde o período do Império no Brasil (1822 - 1889), estudos em campo a respeito da nova localização da capital foram realizados, sendo que a alteração chegou a figurar na Constituição Republicana dos anos de 1891, 1934 e 1946, estimulando muitos presidentes a levarem a ideia mais a sério e solicitar estudos mais aprofundados.


Desbravando o Centro-oeste


Em 1877, o Visconde de Porto Seguro, Francisco Adolfo Varnhagen, realizou uma viagem do Rio de Janeiro com destino a Goiás no lombo de um burro, momento em que descobriu um triângulo composto pelas lagoas Formosa, Feia e Mestre D’Armas que compunham “Uma paragem mais central, mais segura e mais sã para capital do Brasil, nos elevados chapadões, de ares puros e boas águas” conforme relatado por Adirson Vasconcelos, jornalista e pioneiro de Brasília.


Em 1892, Floriano Peixoto ordenou um estudo exploratório científico a um grupo de pesquisadores para demarcação do que seria o Distrito Federal e então a mudança da capital se consolidou.


O estudo “mapeou aspectos climáticos e topográficos, além de estudar a fauna, a flora, os cursos de rios e modo de vida dos habitantes”.


Este grupo de estudo era composto por 21 pessoas sendo “pesquisadores, geólogos, geógrafos, botânicos, naturalistas, engenheiros e médicos, entre outros”, conforme descrito no senado.gov.br. O grupo foi liderado pelo astrônomo e geógrafo belga Louis Ferdinand Cruls o que tornou conhecida como Missão Cruls.


O grupo Cruls partiu do Rio de Janeiro repetiu o caminho de Francisco Varnhagen, por ferrovia até Uberaba, posteriormente “a cavalo — com quase 10 toneladas de bagagens e equipamentos, em 200 baús de madeira — até Pirenópolis, Santa Luzia (Luziânia) e Formosa”.


Após muitos dados coletados, “ali lançou quatro marcos definindo uma área entre as três

cidades de 160 por 90 km — abrangendo nascentes das bacias dos maiores rios brasileiros, Amazonas, São Francisco e Paraná.” segundo o site doc.brazilia.jor.br.


O quadrilátero ficou conhecido como retângulo Cruls. Em Pirenópolis tem uma homenagem a expedição onde deixaram uma carta dentro de uma lata conforme réplica realizada.


Em 1894 foram concluídos os estudos nesta área, denominado relatório Cruls, e também de outros estudos abrangendo as áreas da Bahia, Goiás e Piauí, os quais foram rejeitados.


O Congresso Nacional determinou o retângulo Cruls como sendo o local que sediaria a capital do país e a partir deste momento todos os mapas começaram a constar essa demarcação. Além disso, ainda em 1894, o grupo Cruls teve a tarefa de voltar ao local para realizar algumas tarefas e o botânico Glaziou destacou condições favoráveis para criação do lago Paranoá.



JK e o futuro da nação


O presidente JK, Juscelino Kubitschek, com seu slogan “50 anos em 5” viabilizou todo o projeto da construção da capital do país e, por isso, tem uma grande importância para a capital do país.


Para tornar a capital do país realidade, JK convidou o arquiteto Oscar Niemeyer para projetar as construções públicas, enquanto abriu o concurso que Lúcio Costa ganhou para projetar a cidade.


Além destes profissionais, muito outros trabalhadores colaboraram para tornar Brasília uma realidade, sendo que muitos fixaram raízes na nova região e permaneceram como moradores, contribuindo para povoar a Capital Federal.


Atualmente entende-se que Brasília tem formato de avião, mas há relatos de que Lúcio Costa teve o propósito inicial de fazer no formato de uma borboleta, com suas ruas e construções planejadas. Outras teorias dizem que se trata do formato de um foice e martelo para representar o comunismo defendido abertamente por profissionais responsáveis. Para quem não é da cidade talvez se torne complicada a compreensão da organização urbanística, se quiser saber mais detalhes, assista já o vídeo a seguir.



Brasília além de política


Para os que amam visitar lugares históricos e saber da origem da cidade vale muito a pena conhecer os locais que são citados na construção de Brasília, como é o caso do Pico dos Pirineus que fica em Pirenópolis, cidade do estado de Goiás, aproximadamente a 150 km de Brasília. No morro do Pireneus há uma homenagem à expedição Cruls, placa da foto que mostra a carta (abaixo) que a expedição deixou em uma lata relatando sua passagem pelo local.


Carta Cruls

Brasília tem quase 63 anos, nascida já capital administrativa. Sua economia é concentrada no terceiro setor, muito em especial na administração pública. Por ser palco principal da política no país, é um destino muito procurado para manifestações. O turismo vai além da política, pois a cidade é Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO com 112,25 km² de área tombada e a arquitetura moderna faz com que o turismo na cidade seja muitas vezes voltado para admirar as construções.


Brasília se apresentou entre os cinco primeiros destinos mais procurados até setembro de 2022 pelo blog Buser e ficou em oitavo lugar como o destino mais procurado para a passagem do ano 2022/2023 segundo o site Gazeta SP. De 2014 a 2019 gerou cento e trinta milhões de reais segundo o portal Poder 360.


Alguns parques na cidade valem muito a pena conhecer:

  • Parque Olhos d'Água: Com acesso gratuito, tem uma reserva verde, lagoa do sapo, relógio do sol, algumas trilhas, pista de caminhada e corrida de 2,1km, parquinho para crianças e acessibilidade para pessoas com dificuldades de locomoção;

  • Parque Nacional: Com acesso pago, tem sua origem relacionada a criação da cidade, é uma unidade de conservação e proteção à vegetação local e aos rios fornecedores de água potável. Nos seus mais de 42 hectares proporciona local de banho para seus visitantes através do lençol freático e minas d’água que surgiram na época da construção da capital federal com a exploração de areia do local. O parque também tem pistas e trilhas recomendadas para caminhada e mountain bike, locais de descanso e recreação.

  • Parque da Cidade Sarah Kubitschek: Com acesso gratuito mas não indicado para aproveitar o parque inteiro a noite, é o parque citado na música Eduardo e Mônica do Legião Urbana. Bom para praticar atividades físicas (caminhada, corrida, demais meios). Vale muito a pena conhecer o pôr do sol de lá e andar de camelo (bicicleta) no parque.



A cultura da cidade é composta pela mistura homogênea das pessoas que se mudaram para Brasília e levaram consigo sua cultura. O Desbravando Capitais questionou moradores da

cidade sobre prato típico específico de Brasília e receberam a resposta que ainda não há, já que a cidade muito nova ainda está se construindo, mas percebeu que, ao perguntar sobre cozinha típica, que a culinária recebe uma ênfase da região nordeste.


O restaurante Mangai é um dos mais tradicionais e é especializado em comida Nordestina. Restaurantes do Pontão do Lago Sul se tornam uma parada obrigatória a quem quer conhecer Brasília, aproveitando para fazer uma refeição com a vista para o Lago Paranoá.


Brasília é muito conhecida por lançar bandas e músicos, algumas são: Aborto Elétrico, que posteriormente originou Legião Urbana, Capital Inicial e Plebe Rude; Paralamas do Sucesso, Raimundos, Cássia Eller, Natiruts, Maskavo, Tribo de Periferia, e a banda que fez muitos cantarem na década de 2000, Popularmente conhecida Cogumelo Plutão .


Você é a escada da minha subida, Você é o amor da minha vida, É o meu abrir de olhos ao amanhecer, Verdade que me leva a viver


Legião Urbana, Capital Inicial, Plebe Rude entre outras têm muitas músicas que relatam sobre as suas percepções sobre Brasília. Exemplos são o caso da Plebe Rude que canta a música Brasília e Legião Urbana que canta Travessia Do Eixão.


Para quem gosta de esportes, o Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha) possui visita guiada e foi palco para alguns jogos da Copa do Mundo de 2014. Além disso, o calendário de atletismo da cidade é bastante movimentado e vale a pena conferir.


Quer conhecer a cidade de jeito diferente? Tem a canoagem no lago Paranoá, onde se indica ir no clube do exército e alugar por lá um caiaque, onde há instrutor. Outra maneira é ir na Feira da Torre de TV e subir a antena, algo gratuito, sendo possível visualizar a cidade do alto. Além disso na feira há muitas barracas onde pode-se encontrar comida, roupa, artesanato indígena, entre outros.


E claro que também vale muito a pena uma visita, principalmente guiada, às construções de Brasília. É o caso da visita guiada no Congresso Nacional, Palácio do Planalto, Superior Tribunal de Justiça, Praça dos Três Poderes, Palácio do Itamaraty, Alameda das Bandeiras, Esplanada dos Ministérios, Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, Museu Nacional e Biblioteca Nacional, construções de alto valor cultural – e não só de importância política - ao país, que retém muitas obras de arte no seu interior – salvo no momento o vandalismo ocorrido no início de 2023 –, essas construções ficam concentradas em uma região de Brasília conhecida como Cockpit.


Os Palácios do Jaburu, Alvorada, Memorial JK, Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, que também possuem alto valor cultural ao país, já ficam mais afastados. O trânsito é totalmente influenciado pelo planejamento e organização da cidade, pois nas ruas principais (Eixo Monumental e Eixão) não é indicado para travessia de pedestres e há as tesourinhas que levam de uma “avenida” a outra (esta denominação não existe em Brasília).


Se quiser fugir do padrão, ótimas opções são o bar Eye Patch Panda, Teatro Casa dos Quatro, Galpão 17, outra opção sendo buscar programações nas cidades consideradas regiões administrativas – popularmente conhecida como cidade satélite - como no Sesc de Taguatinga, uma das mais de trinta regiões administrativas.


Brasília também deixa sua marca no cinema, teatro e produções com grandes nomes como Rui Barbosa, Alexandre Ribondi e Jimi Figueiredo. Alexandre Ribondi é artista, dramaturgo, diretor, ator e sócio–fundador do Espaço Multicultural Casa dos Quatro, voltado à militância LGBTQIA+. Escreve e atua em peças relacionadas ao tema, além de colaborar em projetos relacionados, muitas de suas peças ganharam destaque nacional.


Jimi Figueiredo é diretor, roteirista e produtor de cinema e vídeo. Seu trabalho inclui uma série de produções premiadas na área de audiovisual, como filmes de longa e curta-metragem para cinema, documentários e programas de televisão, conforme descrito no site Filmow.


Não acredite que Brasília é apenas dos políticos, nós também moramos aqui. A Brasília que frequentamos não é a mesma que eles frequentam, pois eles frequentam a Esplanada dos Ministérios, nós frequentamos o restante da cidade e existem várias opções simpáticas e agradáveis para reunir os amigos. A cidade possui muita simpatia e inteligência.” Disse Alexandre Ribondi em entrevista com o Desbravando Capitais.

Estas dicas são do projeto Desbravando Capitais, para mais informações, entre em contato pelo Instagram @desbravando_capitais ou pelo canal do Youtube Desbravando Capitais.




Texto escrito por Fabiana Mercado

Pós graduada em Comunicação e Marketing Digital, formada em Publicidade e Propaganda, acumula mais de 9 anos na área, colunista do Zero Águia, curiosa, preza o respeito a todas as pessoas independente de características. Nas horas vagas pratica corridas com o apoio da equipe Superatis. Adora conhecer novas pessoas e lugares, ama viajar e possui um projeto denominado Desbravando Capitais com o marido para morar e vivenciar durante um mês em todas as capitais brasileiras nos próximos anos.



 

Fontes:


https://multirio.rio.rj.gov.br/index.php/historia-do-brasil/rio-de-janeiro/3352-a-transferencia-da-capital-federal-para-brasilia#:~:text=Em%201%C2%B0%20de%20outubro,Rio%20de%20Janeiro%20para%20Bras%C3%ADlia. https://www.todamateria.com.br/primeira-capital-do-brasil-salvador/#:~:text=O%20Brasil%20j%C3%A1%20teve%203,27%20de%20mar%C3%A7o%20de%201969.


FERNANDES, Cláudio. "O que foi a Inconfidência Mineira?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/historia/o-que-foi-inconfidencia-mineira.htm. Acesso em 15 de janeiro de 2023.


Adirson Vasconcelos, jornalista e pioneiro de Brasília, concedeu uma entrevista ao Agência Brasil no qual pode-se ler na íntegra: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-04/agencia-brasil-explica-transferencia-da-capital-para-brasilia


https://www2.camara.leg.br/acamara/conheca/historia/oimperio.html#:~:text=O%20Imp%C3%A9rio%20do%20Brasil%20(1822%2D1889) http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12286.htm#:~:text=O%20PRESIDENTE%20DA%20REP%C3%9ABLICA%20Fa%C3%A7o,a%20Capital%20Simb%C3%B3lica%20do%20Brasil.


https://www.infoescola.com/historia/historia-das-capitais-do-brasil/


http://doc.brazilia.jor.br/Historia/Cruls.shtml


https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/brasilia.htm


https://www.estadao.com.br/brasil/quais-sao-cidades-mais-populosas-brasil-veja-lista-divulgada-ibge-nprm/#:~:text=Pelos%20c%C3%A1lculos%20do%20IBGE%2C%20S%C3%A3o,2%2C9%20milh%C3%B5es%20de%20moradores.


https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2022/06/04/parque-olhos-dagua-recebe-30-mil-pessoas-por-mes/ https://www.ibram.df.gov.br/ecologico-olhos-dagua/


https://www.df.gov.br/agua-mineral/


https://www.df.gov.br/populacao/#:~:text=A%20densidade%20demogr%C3%A1fica%20atual%20%C3%A9%20de%20444%2C66%20hab%2Fkm%C2%B2.&text=Eles%20eram%20chamados%20de%20candangos,assumiu%20a%20cidade%20como%20sua.


https://agenciabrasil.ebc.com.br/radioagencia-nacional/acervo/geral/audio/2020-04/os-primeiros-moradores-de-brasilia-bravos-candangos-ou-pioneiros-aprenda-origem/


https://www.senado.gov.br/noticias/especiais/brasilia50anos/not01.asp


http://www.cronologiadourbanismo.ufba.br/apresentacao.php?idVerbete=1257


https://www.codeplan.df.gov.br/brasilia-o-passado-estruturante/#:~:text=Em%20raz%C3%A3o%20desse%20crescimento%2C%20houve,52.044%20moravam%20no%20meio%20rural.


https://www.viajenaviagem.com/destino/brasilia/brasilia-dicas-10-passeios/


https://www.poder360.com.br/brasilia/turismo-em-brasilia-arrecadou-mais-de-r-130-milhoes-em-5-anos/ https://www.gazetasp.com.br/brasil/os-10-destinos-nacionais-mais-procurados-pelos-turistas-no-fim-de-ano/1116916/


https://blog.buser.com.br/destinos/buser-te-leva-destinos-mais-procurados-no-brasil/


https://www.cnnbrasil.com.br/politica/veja-o-desempenho-de-lula-e-bolsonaro-nas-10-cidades-com-o-maior-e-o-menor-idh/

Hozzászólások


bottom of page